Italo Ferreira conquista primeiro ouro do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio

Potiguar é campeão olímpico ao derrotar o japonês Kanoa Igarashi na final do surfe masculino. Título veio com um triunfo por 15.14 a 6.60 com direito a prancha quebrada no início da final

A vontade era tanta que, logo na primeira onda, a prancha quebrou. Foram pouco mais de dois minutos até que Italo Ferreira nadasse à areia para recomeçar. O que parecia um mau presságio, porém, não passou de um leve percalço. No mar revolto de Tsurigasaki, o surfista brasileiro enfileirou manobras e garantiu o primeiro ouro da história do surfe em Olimpíadas. O primeiro do Brasil em Tóquio. Diante do japonês Kanoa Igarashi, que eliminou Gabriel Medina na semifinal, o potiguar entrou para o rol de heróis olímpicos do país.

Italo superou Igarashi com sobras. Apesar da quebra da prancha logo em sua primeira tentativa de manobra, o brasileiro não desanimou. Agressivo durante toda a bateria, conseguiu três boas notas, o suficiente para deixar o japonês em combinação. No somatório final, 15,14 contra 6,60 do rival. A festa começou antes mesmo do fim, a dois minutos do sinal tocar. O ouro já estava garantido.

Diante da ameaça de chegada de um tufão a Tóquio, a organização adiantou em um dia as finais. Com a decisão, ondas que abriram espaço para manobras melhores. Durante todo o dia, apesar de dores na perna esquerda, Italo se mostrou focado. Sabia que tinha o caminho aberto até o ouro. Na final, viu uma pequena multidão de voluntários torcer para Igarashi. Também não se importou. Na areia, no fim, festa ao lado de Silvana Lima, Tatiana Weston-Webb e de toda a delegação do Brasil.

talo, agora, chega a um feito e tanto. Campeão mundial de surfe em 2019, o potiguar de Baía Formosa agora também soma o título olímpico. Gabriel Medina por pouco fez uma dobradinha no pódio. Na decisão pelo bronze, caiu para o australiano Owen Wright. No feminino, o Brasil ficou fora da disputa pelo ouro depois que Silvana Lima se despediu nas quartas de final. A americana Carissa Moore foi a campeã após bater a sul-africana Bianca Buitendag na decisão. A japonesa Amuro Tsuzuki ficou com o bronze.

Italo Ferreira é ouro no surfe nas Olimpíadas de Tóquio — Foto: André Durão

Italo Ferreira é ouro no surfe nas Olimpíadas de Tóquio — Foto: André Durão

– Eu vim com uma frase para o Japão: diz amém que o ouro vem. Eu treinei muito nos últimos meses, mas só tenho que agradecer a Deus por tudo isso. Meu intuito é ajudar as pessoas e as famílias. Eu queria que a minha avó estivesse viva para ver isso. Sou muito feliz pelo que me tornei, pelo que fiz pelos meus pais. Sempre pedi para que esse sonho fosse realizado e ele aconteceu – disse Italo.

Final começa com prancha quebrada

A final olímpica começou com um evento inesperado. Logo em sua primeira onda, Italo quebrou a prancha, precisando substituí-la por um equipamento reserva. Ele recebeu 1.70 pelas poucas manobras obtidas. Já Kanoa teve um 3.83 como primeira nota. Pouco depois, ele levou um 0.67 após sofrer uma queda.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Italo Ferreira com a prancha quebrada — Foto: Ryan Pierse/Getty Images

Italo Ferreira com a prancha quebrada — Foto: Ryan Pierse/Getty Images

Aos oito minutos corridos, Italo pegou a sua primeira boa onda, recebendo nota 7.00 dos juízes. Empolgado, o brasileiro trocou a sua segunda nota na sequência, ao pegar uma onda de 5.50. A 16 minutos do término, Italo foi para um aéreo e recebeu 7.77, deixando Kanoa Igarashi numa combinação de 14.77.

Mais tranquilo do que nunca, Italo continuou dando show em Tsurigasaki. A três minutos do fim, ele pegou uma onda de 7.37 e já começou a comemorar. Coube a Kanoa Igarashi apenas aceitar a derrota e assistir de camarote à vitória do brasileiro.

Final

1. Kanoa Igarashi (JAP) 6.60 x Italo Ferreira (BRA)

Disputa do bronze

1. Gabriel Medina (BRA) 11.77 x Owen Wright (AUS) 11.97

Resultados da semifinal

1. Kanoa Igarashi (JAP) 17.00 x Gabriel Medina (BRA) 16.76
2. Ítalo Ferreira (BRA) 13.17 x Owen Wright (AUS) 12.47

Resultados das quartas de final

1. Kanoa Igarashi (JAP) 12.60 x Kolohe Andino (EUA) 11.00
2. Gabriel Medina (BRA) 15.33 x Michel Bourez (FRA) 13.66
3. Ítalo Ferreira (BRA) 16.30 x Hiroto Ohhara (JAP) 11.90
4. Lucca Mesinas (PER) 7.83 x Owen Wright (AUS) 12.74

*Fonte:GE

OUTRAS NOTÍCIAS

NOSSAS REDES

15FãsCurtir
8,187SeguidoresSeguir
- Publicidade -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS